image Café gourmet: cada vez mais em nossas xícaras image Café e seus blends: torne-se especialista na bebida

Máquinas de café expresso: o jeito quase perfeito de servir café gourmet

maquina-de-café-expresso-ribeirão-preto

O que seria do café gourmet se não existisse um equipamento adequado para beneficiá-lo, torrá-lo e servi-lo? É aqui que entra o nosso brinde particular e especial às que apelidamos de rainhas do café: as máquinas de café expresso.

O mundo cafeeiro nada seria se não houvessem criado as praticamente perfeitas máquinas de extração automática de café. As máquinas de café expresso foram na verdade aperfeiçoadas pelos italianos, que também as disseminaram mundo afora.

Extração de café sem igual

As máquinas de café expresso estão entre as melhores formas de extração da bebida. Equipadas com moedor, caldeira, bico dosador, compartimento de água, grãos e resíduos, elas facilitam nossa vida, tornando a degustação cotidiana do cafezinho um evento de prazer a cada xícara, a cada gole. Esses tipos de máquinas permitem uma extração incomparável, cabendo ao dono ou operador fazer a regulagem que lhe convém.

A rainha por dentro

Geralmente as máquinas de café expresso são dotadas de lâminas de porcelana ou aço inoxidável que garantem uma moagem precisa de acordo com tipo de bebida esperada: moído mais fino o café torna-se mais encorpado, moído mais grosso o café torna-se mais suave. Entre as melhores marcas estão as italianas e as suíças.

Interessante nelas também é a regulagem da quantidade de água para cada dose, tudo ajustável com extrema facilidade em seu painel de controle. Outro adereço são as saídas de água quente ou cappuccinadores que possibilitam escaldar a xícara ou “aerar” o leite para o preparo de um “pingado” gourmet. As mais modernas usam ainda sistema de pré-infusão, em que a máquina umedece o pó para liberar os aromas antes de fazer a extração completa.

Outra vantagem das super-automáticas é a homogeneidade na xícara. Em uma máquina regulada adequadamente (e sempre se indica um técnico para instruções de regulagem e uso), qualquer pessoa que apertar o botão fará um grande café, não dependendo da mão ou do humor de quem tira na hora. Podemos regular a quantidade de grão moído, de água e a espessura do pó, fazendo com que o apreciador adquira, com o mesmo blend, teores diferentes da bebida.

Na temperatura certa

A temperatura também é outra perfeição. No caso do café expresso, indica-se sempre que a água esteja em torno de 90ºC, uma preocupação que não precisamos ter nessas máquinas. O café já sai na temperatura ideal, pronto para ser degustado e apreciado.

Muitas dessas máquinas ainda utilizam o design para conquistar o cliente, que pode instalar sua “rainha” na cozinha, na sala de estar, no escritório ou até mesmo na área de lazer, expondo-a a visitas, familiares, amigos ou quem quer que seja.

Ficou com dúvidas sobre sua máquina de café expresso? Deixe sua observação nos comentários. Até a próxima!